Conheça os cuidados essenciais com os primeiros dentes do bebê

O nascimento de um filho certamente é um dos momentos mais especiais das pessoas que viram pais. Entretanto, obviamente nem tudo são flores. Os cuidados com os bebês precisam ser firmes, pois eles não conseguem fazer as coisas sozinhos. Esses cuidados têm relação, inclusive, com os dentes do bebê.

cuidados essenciais com os primeiros dentes do bebê

Quem é pai ou mãe certamente se lembra do momento em que os dentes de seus filhos começaram a nascer, assim como acontece com os primeiros passos e com as primeiras palavras.

É uma emoção grande, mas também é um momento conturbado, visto que, a dentição é um processo doloroso para os bebês, que ainda possuem diversas fraquezas no organismo e não entendem o que está acontecendo.

O surgimento dos primeiros dentes no bebê causa desconforto, e muitas vezes pode gerar uma inflamação na gengiva, gerando sintomas variados, tais como:

  • Dor de garganta;
  • Tosse;
  • Febre;
  • Cansaço.

A partir do nascimento do primeiro, fica mais fácil lidar com a situação quando os outros dentes vão nascendo, pois os pais acabam ficando mais preparados para lidar com esses sintomas, e não se assustam achando que é algo mais grave.

Cuidado com a saúde dos dentes e acompanhamento odontológico


Pode parecer estranho, mas é fundamental que os pais comecem a cuidar dos dentes de seus bebês desde muito cedo.

Isso pode ser essencial para evitar o surgimento de cáries, que nessa fase, pode influenciar diretamente na qualidade do sono e na saúde dos bebês, prejudicando o desenvolvimento.

Por ser uma experiência totalmente diferente, muitos pais não sabem exatamente quando começar a ter uma atenção mais direcionada com os cuidados da saúde bucal de seus bebês.

Por isso, é fundamental que os pais procurem ajuda de dentistas especialistas, para que eles possam passar todas as orientações necessárias. Inclusive, dentistas são especialistas na área da odontologia, ou seja, desse campo que estuda os dentes.

Além de serem profissionais qualificados para a aplicação de tratamentos odontológicos importantes, como o aparelho dentario, eles também podem ajudar os pais a terem esses cuidados ainda nos primeiros anos de vida dos bebês.

Ademais, é sempre importante buscar informações com esses especialistas, acerca do que deve ser feito para cuidar dos primeiros dentes que vêm surgindo e dos demais que também farão parte da vida nos anos seguintes.

Entre as recomendações que os dentistas podem fazer, está a escolha adequada das escovas dentárias, dos cremes, sobre a permissão para aplicar flúor ou não, o uso de mamadeiras e chupetas, entre outros.
 

Saiba como aliviar a dor na gengiva dos pequenos


Problemas na gengiva podem ser muito comuns na fase inicial da vida, assim como é na fase adulta, especialmente para quem está em período de tratamento odontológico, como utilizando um aparelho ortodôntico, ou quem não cuida da saúde bucal da maneira devida.

Como a dor é mais evidenciada nos bebês, juntamente com a falta de entendimento do que está acontecendo, é fundamental buscar soluções para aliviar essa dor, como aplicando panos úmidos ou gases no local inflamado.

Como a falta de cuidados pode afetar a fase adulta?


Como vimos, cuidar da saúde dos dentes é um processo que deve começar desde cedo, mesmo nos primeiros dentes de leite dos bebês.

A falta de cuidados adequados, e uma higienização negligenciada, pode causar diversos problemas nos dentes, que podem aparecer durante a fase adulta, como o surgimento de manchas, necessitando de tratamento de clareamento dental para retirada.

Outro problema que pode acontecer por conta da falta de higienização adequada, é em relação à estruturação dos dentes. A arcada dentária pode sofrer com a falta de comprometimento das crianças com essas práticas que deveriam ser diárias.

É justamente por isso que muitos adolescentes precisam utilizar aparelhos ou então uma lente de contato dental, pois esses são os tratamentos mais adequados para modificar o posicionamento dos dentes, a formação da mordida, etc.

Caso as pessoas sigam tendo dificuldades em realizar essas práticas diárias na adolescência e na fase adulta, essa pessoa pode ter sérios problemas no futuro, podendo, inclusive, resultar na perda total dos dentes.

Nesses casos, existem tratamentos que podem resolver a situação, como o com implante dentário, mas é fundamental tentar evitar para que não chegue a esse ponto, visto que, apesar de ser um procedimento de amplo reconhecimento, pode ter valores mais expressivos.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.
Postagem Anterior Próxima Postagem