Como fazer a higiene dos primeiros dentinhos do bebê?

A saúde bucal tem início quando o papai e a mamãe tratam da higiene dos dentes do bebê, logo nos primeiros meses de vida.

higiene dos primeiros dentinhos do bebê

Com o surgimento da dentição a partir dos 6 meses, sendo que até os 6 anos de idade eles são denominados de leite, os cuidados devem ser adequados e frequentes, se adaptando às necessidades de cada tipo de estrutura.

Portanto, é preciso que a criança receba uma educação propícia para entender a importância da higienização dos dentes, com o uso de escovas macias e fio dental para remoção de resquícios alimentares.

Cuidados com os alimentos consumidos


Nos primeiros 6 meses de vida, um bebê praticamente consome o leite materno, ou produtos especiais que não possuem açúcar ou outro elemento que possa prejudicar a saúde bucal.

A partir do momento que a alimentação passa a contar com sólidos, como papinhas produzidas a partir de legumes, vegetais e frutas, a higienização da gengiva deve ser realizada diariamente.

O processo pode ser feito passando um paninho de algodão, para que a gengiva não sofra nenhum arranhão. Além disso, é preciso evitar papel, pois a saliva do bebê, misturada com os restos de comida, pode ser engolida sem que a pessoa responsável perceba.

A partir do surgimento dos primeiros dentinhos, caso a família tenha um convenio odontologico, é importante levar até o consultório do dentista para que seja verificado se está tudo de acordo com a normalidade na formação dos dentes.

Inclusive, mesmo que não haja esse aporte, é necessário verificar com um odontopediatra de confiança quais os cuidados necessários nessa fase.

O profissional da área da odontologia pode indicar quais os alimentos que podem ser consumidos, e evitar o excesso de açúcar, principalmente se for usado para adoçar o leite da mamadeira.

Aliás, doces, refrigerantes e sucos industrializados devem ser evitados o máximo de tempo, pois a composição do corpo não está totalmente definida e tais produtos são prejudiciais para a saúde como um todo.

Isso ocorre porque esses produtos possuem excesso de açúcar e podem provocar, além de obesidade, cárie prematura nos dentes.

Chupetas devem ser evitadas ao máximo


Logo que os bebês largam o peito, o estímulo provocado pela sucção dos seios pode ser substituído pelo uso da chupeta, mesmo que seja para acalmar.

Esse objeto pode provocar má-formação dos dentes, principalmente se for utilizado por um longo período durante a infância.

Muitas empresas oferecem chupetas que possuem um formato anatômico mas, ainda assim, podem prejudicar o crescimento dos dentes, ser foco de vírus e bactérias, além de mudar o formato do palato. Assim, é preciso reduzir/evitar o uso deste item.

Se a família possui um plano odontologico, pode levar a criança para verificar as condições da arcada dentária por causa do uso prolongado da chupeta e verificar as possíveis correções durante a segunda infância e adolescência.

No caso de incômodos relacionados ao nascer dos dentes, oferecer mordedores e legumes frios pode ser mais benéfico, visto que massageiam a gengiva e contribuem para o fortalecimento e formação adequada da estrutura dental.

A mamadeira também é um objeto que pode ser substituído conforme o desenvolvimento da criança.

Nesse sentido, a substituição desse objeto pode ser feita por copos da linha infantil, que possui bicos apropriados para beber sucos naturais e água até que a coordenação permita o uso do copo sem a sucção.

Creme dental desenvolvido para fase infantil


O sabor da pasta de dentes comum pode ser desagradável para o paladar infantil. Por isso é preciso introduzir, quando chega o momento de escovar os dentes, um creme para a higienização que seja adequado ao gosto da criança.

Caso os pais sejam empreendedores e contam com um plano dental para MEI, é possível encontrar indicações de pastas de dente com dentistas que fazem parte da rede de atendimento.

O mercado oferece diversas marcas, com variação de sabor e, o que deve ser foco de atenção de papais, mamães e responsáveis: a concentração de flúor.

Esse mineral é importante para garantir a proteção dos dentes contra a cárie, mas em grande quantidade pode ser prejudicial.

Por isso, o indicado é que tenham 500 ppm até os 2 anos e, após isso, 1100 ppm, conforme sinaliza o Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP)

Uma dica nesse contexto é o uso de cremes com personagens, o que também pode estimular a adesão dos pequenos pela construção desse hábito.

Brincadeiras podem fazer parte de estratégia


Brincadeiras fazem parte do dia a dia de bebês e crianças em fase de desenvolvimento.

Assim, é preciso estar atento para as atividades físicas que podem ajudar a manter a saúde bucal em dia, pois isso estimula o consumo de água, o que faz bem em qualquer momento da vida, das próprias atividades e até da escovação.

Caso ocorra alguma queda acidental e o dente de leite apresente alguma fratura, é preciso recorrer ao plano dental coletivo empresarial e procurar um profissional especializado em odontologia pediátrica para verificar as melhores formas de tratamento e prevenção da má-formação.

Dessa forma, o dentista pode verificar se existe a necessidade de remoção, sem prejudicar o crescimento do dente permanente, que vai chegar em algum momento.

Procedimentos para uma dentição saudável


Por fim, papais, mamães e responsáveis devem indicar a melhor forma de manter a higiene bucal, principalmente quando a criança passa a ir para a escolinha infantil.

Utilizando as dicas propostas pelo dentista que atende pelo plano odonto empresarial, é preciso indicar a quantidade de pasta de dente ideal e, em casa, ensinar a passar o fio dental com cuidado para não machucar a gengiva.

Tomando os devidos cuidados, a criança cresce sabendo a importância de manter a saúde bucal em dia e seus benefícios para todo o corpo e qualidade de vida.

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Conviva Melhor, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.
Postagem Anterior Próxima Postagem