Como saber se você está preparada para ser mãe: conheça alguns sinais

Por ano, nascem 2,88 milhões de bebês no Brasil. Nem todos os papais e mamães estão prontos para assumir essa responsabilidade quando acontece. Para muitas pessoas, é algo que simplesmente acontece, enquanto para outros é um projeto de longa duração. Se você está no segundo grupo, provavelmente racionaliza bastante as coisas e fica em dúvida sobre como saber se você está preparada para ser mãe, correto?

Mãe

Sendo assim, não precisa se preocupar. É normal ter dúvidas sobre se está ou não preparada para abraçar essa responsabilidade. Muitas mães ficam em dúvida até o dia do parto e tantas outras permanecem em dúvidas mesmo com os filhos crescidos e já com as próprias crias. Portanto, essa dúvida de saber se está ou não preparada é algo intrínseco do trabalho de ser mãe.

No entanto, se você precisa de algumas garantias de como saber se você está preparada para ser mãe, existem alguns sinais que ajudam nisso. Quer aprender? Então siga a leitura abaixo!
 

Como saber se você está preparada para ser mãe: 5 sinais

 

1. Está envolvida com o bebê de outra pessoa


Um dos primeiros sinais de que você está preparada para ser mãe ou, no mínimo, começando a pensar no assunto é quando se vê envolvida demais com o bebê de outra pessoa, como uma amiga próxima, irmã ou cunhada.

A partir do momento que você se preocupa com o peso e se vê envolvida no “draminha” do desenvolvimento do bebê, se fica pensando em comprar roupinhas em lojas como a Loja Torcida Baby (https://www.lojatorcidababy.com.br/), se fica imaginando presentes para dar no Natal e por aí vai, é sinal de que você já está com desejos, pelo menos inconscientes, de ter um filho também e viver essa situação no seu dia a dia.
 

2. Se deu bem como "babá"


Uma boa maneira de ver se está ou não na hora de ter um filho é fazer o “teste da babá”. Basicamente, fique de babá para os seus amigos que tiveram um filho recém-nascido por algumas horas.
 
Se você conseguir lidar bem com a situação, ultrapassar os desafios e não ter grandes problemas para alimentar a criança, trocar a fralda e fazê-la dormir, então é sinal de que já está preparada para ser mãe. Afinal, o processo nos primeiros dias é basicamente isso, mas o tempo todo.

É claro que se trata de uma simplificação, mas a parte boa do teste da babá é tirar os maiores mitos sobre o assunto e enfrentar esse “medo” de lidar com bebês pela primeira vez, essa coisa de “ficar sozinho” com a criança. Resolvendo isso, o processo fica muito mais fácil.
 

3. O casal concorda com o plano


Ainda que hoje em dia seja possível ser mãe solteira por escolha, é fato que na maioria dos casos a decisão de ter uma criança passa pelo casal. Nesse sentido, é importante que ambos estejam direcionados para o mesmo lado, concordando com o plano e igualmente investidos nesse projeto.

Se for o caso, é mais um bom sinal a favor de ter um bebê. Se não for o caso, então é hora de estudar a situação, fazer uma avaliação interna e ver qual é o problema, quais são as restrições ou inseguranças. Com isso, será possível trabalhar esse lado para avançar no projeto ou recuar de vez.
 

4. Há poupanças e reserva financeira para isso


Ter um filho custa caro. Contando desde a gravidez até os 24 anos, quando o filho sairia da faculdade em teoria, a expectativa é que os papais e as mamães “gastarão” R$1 milhão. Ou seja: aproximadamente R$41.667,00 por ano ou um salário de R$3.472,00.

É muito dinheiro! É claro que, caso você não tenha isso, ainda pode ter filhos. Se fosse necessário ter todo esse dinheirão para ter um bebê, não nasceria quase ninguém no Brasil.

No entanto, é importante ter algum conforto financeiro e algumas condições para isso. Ter uma reserva financeira, ter espaço no orçamento e poupanças são vitais para garantir que o bebê terá o que precisar, mesmo em momentos ruins.
 

5. Fez terapia


Você provavelmente já ouviu falar por aí que todo mundo deveria fazer terapia. O processo terapêutico perdeu muito do preconceito que sofria antigamente e se tornou mais comum no dia a dia.

Para quem quer ser mãe, é importante fazer terapia para trabalhar essa relação com um bebê. Isso é importante porque é normal reproduzir aquilo que vimos dos nossos pais, mas nem sempre essa é a melhor opção.

A terapia ajuda a lidar com as dificuldades da situação, das expectativas e a tentar dar uma educação e criação melhores para a criança.

Pronto! Se você cumpriu esses 5 sinais, então você já está preparada para ser mãe. Caso ainda não tenha todos, talvez você já esteja pronta, mas ainda não fez todos os passos. Talvez ainda não esteja pronta, mas pelo menos já sabe mais ou menos o que fazer para isso. Entender como saber se você está preparada para ser mãe é um processo complexo. A maior parte das mulheres nunca terá essa certeza, por mais sinais que tenha. Entretanto, é importante ter coragem e avançar com esse projeto, caso seja seu desejo.

E aí, gostou do conteúdo? Então compartilhe-o com suas amigas no WhatsApp!
Postagem Anterior Próxima Postagem