Aprenda a ajudar seus filhos a lidarem melhor com a ansiedade infantil

A ansiedade infantil costuma causar muitos problemas para as crianças e muitas preocupações para os pais, que começam a questionar-se a respeito de como lidar com ela.

Ansiedade infantil

Acredite, você não está sozinho nessa e há muitos pais, avós e tios que estão sempre questionando-se a respeito de como é possível lidar da forma certa com a ansiedade infantil.

O objetivo é conseguir encontrar alternativas que ajudem a deixar os pequenos bem mais tranquilos e mais relaxados, de modo a evitar que esse problema venha a afetar a saúde, a qualidade de vida e o bem-estar dessas crianças.

O excesso de ansiedade, ou seja, aquele quadro que passa do normal e torna-se patológico, vindo a ser um transtorno mental, passa a desencadear diversos sintomas, tanto físicos quanto patológicos, nesses pequenos.

Esses sintomas podem ser a dificuldade de concentração, a queda de cabelo, a agitação intensa, os distúrbios do sono (como a insônia) e ainda problemas digestivos, como dor de barriga e vômitos, por exemplo.

É por isso mesmo que torna-se essencial saber exatamente o que fazer para conseguir lidar melhor com a ansiedade infantil, de modo a garantir uma maior saúde mental e física para as crianças em geral.

A seguir, nós iremos mostrar algumas dicas que reunimos e que são muito fáceis para colocá-las em prática, de modo a controlar e conseguir aliviar a ansiedade na rotina desses pequenos.

Vamos lá!

Você deve escutar as crianças e entender quais os motivos dessa ansiedade infantil


A primeira coisa que você precisa saber para solucionar o problema, lidando melhor com a ansiedade infantil, é aprender a escutar a criança.

Isso pode ser feito a partir de um bom diálogo e de uma interação maior, que ajude você a entender exatamente aquilo que provoca e que alimenta a ansiedade do pequeno.

Pode ser que essa ansiedade seja decorrente de algum problema na escola, como desentendimentos com os colegas, ou por conta de dificuldades para entender uma matéria, ou qualquer outro motivo que afete a vida dessa criança.

É a partir dessa escuta e desse entendimento que você então poderá passar a orientar melhor e poderá ajudar aquela criança a falar mais sobre os sentimentos delas, o que é essencial para o desenvolvimento da inteligência emocional na infância.

Além disso, essa criança ainda conseguirá entender melhor o funcionamento da relação existente entre o tempo e a paciência, poderá aprender a lidar melhor com as frustrações e ainda saber quem ela poderá buscar quando necessitar de auxílio.

Saiba respeitar as limitações da criança


A segunda dica para ajudar seus filhos a lidarem melhor com a ansiedade infantil é saber respeitar as limitações da criança.

Se a criança está começando a aprender uma coisa nova, como é o caso de um novo idioma ou ainda de algum esporte, não se deve estar cobrando ela constantemente, ou ainda exigindo que ela faça mais esforço.

É essencial estar treinando essa paciência e respeitando as limitações que a criança possui, entendendo que o que leva à perfeição é a prática e não o excesso.

As cobranças e as exigências exageradas servem apenas para desmotivar os pequenos, deixando-os bastante inseguros, muito estressados e extremamente ansiosos, tendo medo de errar e de não alcançar o resultado que se espera deles.

Estimule a prática de atividades relaxantes


Uma terceira dica bastante importante para ajudar os seus filhos a lidarem melhor com a ansiedade infantil é estimular a prática de atividades relaxantes, que ajudam na redução do hormônio cortisol, que aumenta a ansiedade e o estresse.

Existem diversos tipos de atividades que podem ajudar a relaxar, como é o caso do cultivo das plantas no jardim ou na varanda, passear com animais de estimação, fazer a montagem de quebra-cabeças, desenhar etc.

Os brinquedos que sejam manuais também ajudam bastante a relaxar, além de proporcionar um maior bem-estar, pois ao mesmo tempo em as crianças se entretêm e distraem-se brincando, elas conseguem equilibrar a preocupação, a tensão física e também os pensamentos negativos.

Isso tudo mostra como é muito mais fácil do que a maior parte das pessoas pensam fazer o controle e ajudar na redução dos impactos negativos da ansiedade infantil apenas com algumas pequenas mudanças no convívio diário.

Assim, coloque todas essas dicas em prática hoje mesmo para começar a lidar melhor com a ansiedade dos seus filhos, trazendo maior bem-estar para eles.
Postagem Anterior Próxima Postagem