quarta-feira, 9 de dezembro de 2020

Cuidados necessários com as embalagens para introdução alimentar e amamentação

Já estamos cansadas de saber ou pelo menos deveríamos ter claro que o leite materno é o que há de mais completo para os bebês, pois ele tem os nutrientes que os pequenos necessitam na medida certa. 

Embalagens para introdução alimentar e amamentação

No entanto, conforme eles vão crescendo, é hora de apostar na famosa IA, ou seja, introdução alimentar.

Quando o bebê atinge os seis meses de vida, é hora de dar início a introdução alimentar. Isso se dá de maneira gradativa e tendo como primeiro alimento a ser oferecido as frutas para só depois oferecer os legumes e as verduras.

No começo, é possível que eles não demonstrem nenhum tipo de interesse, mas conforme o tempo passa e o desejo pelo alimento aumentam, a amamentação vai sendo deixada de lado.

A criança pode estranhar no começo, porque a partir de agora, ela passa a vivenciar um novo mundo, pois ela está conhecendo texturas, aromas e sabores. Pode ser que no primeiro momento, a criança rejeite, porém depois de alguns dias, o alimento deve ser oferecido novamente.

Forçar a criança a comer não é o indicado, mas as mães devem saber que conforme o tempo passa, o paladar vai mudando e a aceitação da comida vão melhorando.

No entanto, quando o bebê atinge os seis meses, boa parte das mamães que trabalham fora já voltaram a trabalhar ou estão voltando e com isso, o cotidiano passa a ficar ainda mais tumultuado, concorda?

Embalagens e a forma de descongelar a papinha


Apostar em formas de tornar a vida mais prática para que você consiga passar mais tempo com o bebê é fundamental, não é mesmo? O que muitas não sabem é que elas podem sim congelar a papinha da criança seja ela de fruta ou de legumes. No entanto, é fundamental apostar em embalagens plásticas ou embalagens descartáveis.

Depois que fizer uma boa quantidade de papinha, recorra as embalagens e vá descongelando apenas a porção individual que será usada no dia.

Mesmo usando embalagens plásticas, é fundamental congelar apenas a papinha que foi preparada de forma recente e uma papinha que já foi descongelada não deve voltar para o congelador, ok?

Para descongelar, tire a porção que será ingerida e coloque nas prateleiras da geladeira. O indicado é que seja a última, pois a comida levará em média cinco horas para que esteja completamente descongelada. Depois disso, é só aquecer e servir na temperatura ideal para o seu filho.

Na hora da pressa, as pessoas costumam descongelar direto no fogo, mas essa não é a melhor maneira. Diretamente no fogão, só pode ser feita quando o procedimento for em banho maria, pois tal ação fará com que a cor, o sabor e os nutrientes do alimento permaneçam.

O que muitas mães não sabem é o que não pode congelar mesmo usando as embalagens corretas. Por isso, o que não fica agradável para ser consumido depois de congelado é: ovo, macarrão cozinho, iogurte, banana, pera, manga, melancia, mamão e melão não devem ser congelados bem como folhas de verduras cruas.
Cupom de desconto workana de R$ 100,00

Sobre o Babyou Blog

babyouBlog destinado a divulgar, com linguagem simples, notícias e artigos relacionadas a crianças e mamães e gestantes, eventualmente publicaremos outros tipos de assuntos também.
Leia mais →



Assinar Newsletter

Insira o seu e-mail abaixo para receber conteúdo VIP atualizado, diretamente no seu e-mail.