quarta-feira, 8 de abril de 2020

Proteção para bebês: como usar o bebê conforto de maneira correta em automóveis

Proteção para bebês - Bebê conforto ou cadeirinha

Se você possui um bebê em casa, provavelmente já deve ter feito o uso de bebê conforto em seu carro, mas será que você está utilizando de forma correta?

Infelizmente, no ano passado (2019), ocorreu um caso de morte de bebê em nos Estados Unidos por asfixia, decorrente do mal uso da cadeirinha no carro. Por esse motivo é muito importante ter muita atenção as recomendações de uso do item.

Segundo a Associação Americana de Pediatria (AAP), é recomendado que recém-nascidos não fiquem mais de uma seguida no bebê conforto, cadeiras de ninas ou carrinhos de bebês.

A entidade também diz que manter a criança dormindo nesses equipamentos, principalmente os que possuem inclinação, pode ser muito perigoso, já que o bebê pode ficar preso em uma posição onde não seja possível respirar.

Se você já faz a utilização de um bebê conforto em seu automóvel ou se está pensando em comprar um, é essencial que você saiba como utilizá-lo corretamente para evitar acidentes. Mas qual é a forma ideal e os cuidados que devem ser tomados?

Se essa também é a sua dúvida, então confira o restante do post e veja algumas dicas que separamos sobre como usar o bebê conforto de maneira correta em automóveis!

Dicas sobre utilização de bebê conforto


Desde que seja utilizado corretamente, o bebê conforto é um item muito seguro e sua utilização é essencial no dia a dia. Portanto, é muito importante saber escolher a opção ideal, já que muda de acordo com a idade da criança, e também como colocar a o item de forma correta.

Pensando nisso, separamos algumas dicas que podem te ajudar no momento de fazer a escolha do bebê conforto e também no momento de utilizá-lo. As dicas são:

Escolha a opção ideal para o bebê:


O primeiro passo é saber escolher uma cadeirinha ideal para o tamanho do bebê. Algumas pessoas não sabem, mas isso é muito importante para oferecer conforto e segurança para o bebê. Legalmente, as cadeirinhas são classificadas de acordo com idade, mas os fabricantes fazem a divisão sugerida pelo Inmetro, que funciona da seguinte maneira:

  • Grupo 0: é indicado para bebês que possuem até 10 quilos, a altura aproximada de 0,72 cm e com até 9 meses de vida;
  • Grupo 0+: é voltado para bebês que possuem até 13 quilos, a altura aproximada de 0,80 cm e com até 12 meses de vida;
  • Grupo 1: tem o foco em crianças que possuem de 9 a 18 quilos, a altura de um metro e com até 32 meses de vida;
  • Grupo 2: é indicado para crianças que possuem de 15 a 25 quilos, com a altura de 1,15 metro e com até 60 meses de vida;
  • Grupo 3: pode ser usado para crianças que possuem entre 22 e 36 quilos, com 1,30 metro de altura e com até 90 meses de vida.

Como você pode observar, existem diversos tamanhos disponíveis no mercado e, recentemente, foi lançado mais um chamado de multigrupo. Isso quer dizer que se trata de um equipamento que atende a diferentes tamanhos, pois possui ajustes disponíveis em sua estrutura.

No momento de escolher a cadeirinha, além de observar o selo do Inmetro, caso seja possível, também é importante levar a criança junto para assim já fazer o teste do item.

Faça a instalação corretamente


Depois de escolher a cadeirinha ideal, você também deverá posicioná-la de acordo com o manual de instruções. Cada marca pode possuir mecanismos diferentes, logo é essencial fazer a leitura do manual. De forma geral, o lugar do bebê conforto sempre deve ser de costas para os ocupantes da parte da frente do carro.

O lugar mais seguro para se colocar a cadeirinha é no meio do banco de passageiros, pois assim é possível evitar danos em casos de colisão lateral. No entanto, se o carro não tiver cinto de três pontas no assento, logo não é possível utilizar o equipamento neste local. Também é importante que o cinto esteja bem esticado e jamais torcido.

Para conferir se a cadeirinha está mesmo fixada, mexa bem a base. Se você perceber que ela se deslocou mais de 2 cm para um dos lados, isso significa que é necessário fazer ajustes.

Posicione o bebê corretamente


Um ponto fundamental para que possíveis casos de asfixias ou lesões em acidentes aconteçam é colocar o bebê corretamente na cadeirinha. O bebê deve ser colocado de uma em que não tenha nada entre o seu corpo e o assento, nem almofadas e mantas, por exemplo.

Também é importante que o bebê esteja bem preso pelo cinto. Algumas vezes, pais ficam com medo de causa desconforto para a criança por causa do cinto apertado e o deixam frouxo, mas o risco dessa situação é que a criança pode deslizar para baixo e dobrar o pescoço.

O uso do bebê conforto é indispensável


Um carro pode ser equipado com diversos tipos de itens que não vem junto com ele, como câmera de ré, caixa de som automotivo, entre outros que tornam o ato de dirigir muito mais confortável, prazeroso e seguro. No entanto, para quem possui bebês, a cadeirinha é um equipamento indispensável.

Agora que você já conferiu as dicas que separamos, lembre-se sempre de procurar por uma opção de cadeirinha de boa qualidade e que seja aprovado pelo Inmetro.

Leia também:

Cupom de desconto workana de R$ 100,00

Sobre o Babyou Blog

babyouBlog destinado a divulgar, com linguagem simples, notícias e artigos relacionadas a crianças e mamães e gestantes, eventualmente publicaremos outros tipos de assuntos também.
Leia mais →



Assinar Newsletter

Insira o seu e-mail abaixo para receber conteúdo VIP atualizado, diretamente no seu e-mail.